O mito da luta entre os oposto

No Presente, a Escuridão trata de conquistar a Luz; por isso, o Homem Primogênito, o filho da Mãe da Vida, trata de combatê-la com a ajuda dos seus cinco filhos, de Ar, Vento, Luz, Água e Fogo, que fazem de seu escudo e armadura; decidido, vai para os abismos, onde os seus filhos são devorados pelos demônios e a luz se mistura com a matéria.

Há uma segunda criação que nos vai trazer a salvação, é a do Espírito Vivo, que também se conhece como Amigo da Luz, ou Grande Arquiteto, e ele vem acompanhado pelos seus cinco filhos: Ornamento de Esplendor, Rei de Honra, Adaman de Luz, Rei de Glória e Atlas.

O Espírito Vivo vai ao Reino da escuridão, mete-se no mais profundo e grita; o seu grito é ouvido pelo Homem Caído, nesse momento as duas divinas pessoas, a da chamada e a da resposta, se produziram. O Espírito Vivo entra no mais recôndito da Escuridão, com a sua mão direita toma a do Homem Primogênito, estabelecendo o cumprimento litúrgico maniqueu. Sai da sua prisão o Homem e regressa para o Paraíso de Luz, o seu mundo celestial; deste modo, o Homem Primogênito é o primeiro em cair e o primeiro em salvar-se.

Mas a alma ficou na Escuridão e Deus tem que organizar o mundo visível para conseguir a sua salvação, com a ajuda do Espírito Vivo e dos seus cinco filhos, castigando os Arcões; construindo com a sua pele os céus; as montanhas com os seus ossos; a terra com a sua carne e os seus excrementos; assim, dão forma a um Universo de dez firmamentos e oito terras.

Com a Luz que se misturou com a Matéria, podem-se fazer três partes; da primeira, a que permaneceu pura, faz-se o Sol e a Lua; a pouco impura serve para construir as estrelas; o resto, impuro, terá que esperar a terceira criação para se limpar, à chegada do Terceiro Mensageiro.

O Terceiro Mensageiro constrói uma máquina com engrenagens de Ventos, Água e Fogo. Com ela tirou a Luz apanhada na Escuridão e, todos os meses, nos primeiros quinze dias, sobem as partículas de Luz salva, que são almas, em Colunas de Glória até à Lua. Na outra quinzena, as almas passam da Lua para o Sol, e de lá continuam o seu caminho para o Novo Paraíso.

Além disso, o Terceiro Mensageiro aparece no Sol, como mulher excitante e nua aos Arcões, e estes ejaculam, e do sêmen que cai na terra brotam os filhos que devolvem a Luz engolida. Às Bruxas e Sereias aparece no Sol como um homem nu e atraente, e estas abortam.

O sêmen que caiu no mar converte-se em monstro marinho, mas o Adaman de Luz atravessou-o com a sua espada. O sêmen que caiu na terra fez crescer cinco árvores das quais nascerá o resto das plantas.

Mas a Matéria engendrou dois diabos, Ashacun e Namrael, para devorarem os restos dos demônios abortados, para evitar que a Luz escapasse, e tantos devoraram que da Luz engolida nasceram Adão e Eva. Em Adão é Jesus o Resplendor quem infunde a Consciência. Mas os descendentes de Adão e Eva se alimentaram na copulação e na procriação, seguindo os ditados da Matéria. Só os castos se salvarão.

Virá o Apocalipse e a Terra arderá durante 1.468 anos. O resto da Luz subirá ao céu, enquanto se apaga o mundo visível e a Matéria e os demônios descem ao seu eterno presídio, a um poço sem fundo, para que Luz e Escuridão fiquem separadas também para sempre.

Nenhum comentário: