Tendências do budismo

A doutrina budista subdivide-se em três tendências:

- Himayana – Pequeno veículo
- Mahayana – Grande veículo
- Vajrayana – Veículo do diamante


Himayana

Um pequeno veículo (barca) que permite a iluminação de um único homem. Mantém as teses primitivas do budismo e possui adeptos difundidos no Sri Lanka, Birmânia, Laos, Tailândia e Camboja.

O himayana valoriza a comunidade monástica (samgha) e para se chegar ao nirvana faz-se necessária a supressão total do indivíduo, um puro nada. Essa doutrina também é conhecida como “niilismo metafísico”.
Trata-se de uma via mais rápida para alcançar a iluminação ou o estado de Buda.

Mahayama

O grande veículo (barca) que conduz vários homens ao caminho da iluminação. O bodhissattva (aquele que está a caminho da iluminação), não dá importância a vida monástica e acredita que todos podem alcançar o nirvana desde que siga a doutrina de Buda. Encontramos essa tendência em todos os locais onde o budismo se instalou principalmente, na China, Japão e no Vietnã.
Chega-se ao nirvana por um caminho mais demorado, pois o bodhissattva permanece no mundo para conduzir outros homens a iluminação.
O mahayama é menos intelectualizado, menos ascético e pessimista que o himayana.

Vajrayana

É a tendência menos conhecida, propagada no Tibete, onde recebe o nome de Lamaísmo. Mistura o budismo com as crenças totêmicas e animistas regionais.
.

Nenhum comentário: