Considerações sobre o Tantra

Shakti é adorada como mãe ou como noiva. Essa denominação representa dois caminhos existentes no tantra, o da “mão-direta” e da “mão-esquerda”, respectivamente.

No caminho da mão-direita (mãe) não se realiza o Maithuna (o ato sexual sagrado), a não ser através de prática meditativa e subjetiva, nunca chegando a realizá-lo fisicamente. É o caminho preferido entre os budistas.

O caminho da “mão-esquerda” (noiva) realiza o Maithuna tanto nas esferas meditativas quanto físicas. É praticado em grupos pequenos e fechado, mais aceito no hinduísmo Shivaísta, ou como uma corruptela dentro deste, o Shaktismo. Usam o mundo da forma para transmutar e transcender o mesmo. A mão-esquerda possui uma natureza ocultista, sendo considerado um caminho para poucos.

.

Um comentário:

Galáxia de meus anseios disse...

Amada amiga...que textos, gravações e imagens maravilhosas. Trabalho digno de ser visto pelo mundo!!! Vou le-lo todos os dias e inclusive praticar com assiduidade. Que riqueza interior tens. Quebre prateleiras se for o caso, mas continue neste lindo processo de descobertas às quais distribui graciosamente.Que previlégio conhece-la e te-la como amiga. Obrigada quando me escolhestes!!! Espero que logo possas espalhar esses conhecimentos aos que dele necessitam, que venha o livro logo, logo!!! Beijo-lhes os pés em reverência!Tudo é lindo em vc, mas admiro muito a sua simplicidade.Realmente vc sabe SER!